sábado, 12 de fevereiro de 2011

Troféu OriCAOS - Cancelamento de Evento

Estava tudo preparado... apesar da ameaça das fortes chuvas da manhã de Sexta, até se esperava que S. Pedro fosse cooperante e, assim, com quase 150 atletas inscritos, estavam reunidas todas as condições para mais uma jornada de orientação em Sintra.

O cenário era, uma vez mais, a área militar da Serra da Carregueira - Centro de Tropas Comandos.

Eram 18:30 da véspera do evento e estava tudo coordenado com o CTC, sem que houvesse qualquer impedimento daquela unidade (o pessoal de serviço até tinha uma directiva para o controlo de entradas dos participantes). Aliás, a actuação do pessoal do CTC (a quem endereço os meus agradecimentos) em todo este processo foi altamente louvável . Tinhamos tudo pronto, os mapas estavam impressos, era só recolher o material na FPO e finalizar a informática... até que surge o "balde de água fria": o pedido de autorização (o tal "pro-forma" que por vezes "só chega despachado depois de se ter realizado a actividade") tinha merecido um parecer negativo por alegados "motivos operacionais" (!), algures a meio da interminável cadeia de comando e o evento não estava autorizado.

A hora é a pior possível, obviamente, já não se encontra ninguém para que se possa rebater ou esclarecer o parecer, esgotam-se os parcos contactos possíveis... o CTC também não pode arriscar um qualquer eventual acidente num evento sem "cobertura" superior... resta apenas notificar todos os inscritos do cancelamento da actividade pelos meios possíveis (mail, site e oasis) e esperar que a maioria ainda aceda à internet antes de se fazer à estrada...

E assim, se foi por "água abaixo" todo o trabalho de 2 semanas (que incluiu a revisão do mapa e a respectiva conversão para Ori-BTT) e uma grande parte da motivação para continuar a organizar estes eventos...

O próximo passo: avaliar onde é que o processo parou e quais os motivos que impediram o acesso da orientação (ao mesmo local onde os clubes de tiro podem, todas as semanas, fazer os seus treinos sem implicações operacionais), de forma a concluir sobre a viabilidade futura do espaço para a prática de orientação e, assim, perceber se se tratou efectivamente, de um cancelamento, ou apenas de um adiamento, o que possibilitaria futuras utilizações do espaço, propício, por exemplo, à formação de praticantes das inúmeras escolas das freguesias limitrofes...

A todos os lesados, apresentamos as nossas mais sinceras desculpas... aguardam-se novos desenvolvimentos...

CAOS em 8º em Gouveia

Na terceira prova da época o CAOS voltou a oobter um resultado colectivo em linha com os seus objectivos.

No dias 5 e 6 de Fevereiro, o CAOS levou à Serra da Estrela 16 atletas.
A prova organizade pelo CPOC conduziu os orientistas a duas excelentes áreas para a prática da modalidade:
No Sábado, uma prova de distância longa em Arcozelo da Serra, num mapa tecnicamente muito exigente e cujo pormenor dificultava bastante a leitura (apesar da escala utilizada 1:7.500).
No Domingo, uma prova de distância média no Folgosinho, em plena encosta da Serra da Estrela, num terreno de elevada dificuldade física e com o percurso a terminar com uma passagem pela intrincada rede de ruelas da aldeia serrana.

Nos escalões de elite, o domínio estrangeiro foi total, com o Francês Thierry Georgiou a mostrar todas as suas credenciais e a pulverizar todos os tempos previstos...

No que toca aos atletas do CAOS, destaque mais uma vez para as nossas atletas: Ermínia Farenfield, 2ª em D40 e Lídia Santana, 3ª em D35.

Na classificação de clubes, o CAOS obteve o 8º lugar, apesar de, mais uma vez, não ter pontuado nos escalões jovens (o que hipoteca qualquer possibilidade em termos colectivos), com o ADFA a voltar a mostrar o seu favoritismo, deixando o GD 4 Caminhos e o Clube de Orientação do Centro a mais de 200 pontos.

A próxima participação do CAOS vai ter lugar em Sesimbra: a primeira prova da Taça de Portugal de Ori-BTT, já no próximo fim de semana.

Atletas do CAOS em destaque nos Campeonatos Militares

O Campeonato de Orientação do Comando de Instrução e Doutrina do Exército decorreu entre os dias 1 e 3 de Fevereiro nas Caldas da Rainha, com a participação de 79 atletas de 9 equipas.

Como já vem sendo hábito, os atletas do CAOS destacaram-se, obtendo resultados bastante promissores.

Assim, no primeiro escalão, Arsénio Santos, em representação da Escola Prática de infantaria, venceu os dois percursos e, naturalmente, a classificação geral. Na prova de estafetas, embora registando o melhor tempo entre todos os participantes, não conseguiu recuperar o tempo perdido pelos companheiros de equipa, terminando em 5º lugar (recuperou 2 posições).

No segundo escalão, João Carrilho, em representação da Escola de Sargentos do Exército, apesar de ter vencido o 2º percurso não logrou anular a desvantagem de 3 minutos obtidos no primeiro percurso pelo atleta do Clube de Orientação e Aventura, César Conceição que venceu o escalão.

No escalão feminino, Ana Magina, em representação da Escola Prática de Infantaria, venceu categoricamente a primeira etapa em 24:13, deixando a 2ª classificada a 12 (!) minutos. Na 2ª prova limitou-se a gerir a vantagem (terminou em 2º), confirmando assim a vitória no escalão. Já na competição de estafetas, voltou a vincar o seu favoritismo ao encerrar a prova (3º percurso) em 17:35 (deixando o 2º tempo a mais de 8 (!) minutos o que lhe permitiu recuperar 3 posições até à vitória na prova...

Aos nossos atletas, os sinceros parabéns e votos de felicidades na próxima fase (Campeonato do Exército).

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

OriCAOS 2011 - Manuel Dias domina na Pedestre, Mário Guterres na BTT e Henrique Silva lidera o ranking

A aldeia de Janas recebeu, no passado dia 22 de Janeiro as duas primeiras etapas do Troféu OriCAOS 2011.
As provas, que contaram com um total de 108 participações, integravam simultâneamente o já tradicional ranking absoluto do CAOS (que reune todos os eventos do clube) e o recém criado Ranking Local de Orientação da Estremadura, nas vertentes Pedestre e Ori-BTT.

Sobre condições climatéricas adversas, o veteraníssimo atleta Manuel Dias impôs a sua categoria, batendo toda a concorrência ao percorrer os 6,4 km do escalão Difícil Masculino no tempo de 42:44. Já na Ori-BTT, Mário Guterres confirmou o seu favoritismo, vencendo facilmente os 17,4 km do escalão Difícil Masculino com o tempo de 50:37.

Decorrida a 1ª etapa, os líderes dos Rankings Ori-Estremadura são os seguintes:

Ori-Estremadura Pedestre:
Médio Masculino - António Churro
Médio Feminino - Ermínia Farenfield
Difícil Masculino - Manuel Dias
Difícil Feminino - Francesca Dalbonno / Marta Gadoti

Ori-Estremadura BTT:

Médio Masculino - Henrique Silva
Médio Feminino -
Difícil Masculino - Mário Guterres
Difícil Feminino - Rita Madaleno

Relativamente ao Troféu OriCAOS2011, o jovem Henrique Silva vincou o seu favoritismo, arrancando na liderança no somatório das duas etapas, seguido de muito perto por Mário Guterres, Leandro Silva, Nuno Liberal e Sérgio Semedo.


Pódio do Escalão Médio Masculino Pedestre
1º Henrique Silva, 2ª Tomás Silva, 3º António Courela

Pódio do Ranking do Troféu Sintra, Orientação Para Todos 2009/2010
1º Pedro Batista, 2º Henrique Silva, 3º Tomás Silva